sábado, 13 de agosto de 2011

HISTÓRIA OU ESTÓRIA?

A palavra estória, comumente aceita como sendo um relato de fatos não comprovados ou fictícios, fora designada para tal fim no início do século XX por um acadêmico brasileiro, mas sem respaldo etimológico.

Etimologistas dizem, no entanto, que tal neologismo é uma frescura estilística, uma vez que, na língua portuguesa, não há razão linguística para adotá-lo, mesmo quando se queira diferenciá-lo de história.

Envolto pela tradição folclorística do termo, o conhecido escritor Guimarães Rosa acabou publicando, em 1962, um livro com o título Primeiras Estórias.

O Aurélio, 4ª Edição, também condena o verbete estória: "Recomenda-se apenas a grafia história, tanto no sentido de ciência histórica, quanto no de narrativa de ficção, conto popular, e demais acepções".

Portanto, segundo recomendação etimológica, não se deve usar o termo estória, mesmo em se tratando de evento fictício.

Erros de português são encontrados inclusive por parte de quem julgamos incapazes de cometê-los.

Alguns modernistas brasileiros, tendo à frente o poeta Mário de Andrade, defendiam que uma frase poderia ser iniciada por um pronome átono, ao contrário do que dizia - e ainda diz - a regra gramatical pertinente ao caso.

Eles defendiam, deste modo, que frases do tipo "O vi hoje", são corretas. Ou ainda "As conheci há pouco". A reação não demorou a chegar, o que fez os modernistas recuarem, com exceção de Mário de Andrade, que mesmo diante das ponderações de Manuel Bandeira, preferiu continuar no erro.

.

6 comentários:

  1. GRAFIA:maneira de escrever as palavras!!!

    ResponderExcluir

  2. Estava mais dique na hora do verbete estória e história serem revisto, pois a nossa língua precisa de menos complicações,visto ser tão bela!
    Sempre que precisava usa-la ao escrever um texto, ficava em duvida como fazê etimologicamente falando.
    Muito bom conhecer esse bolg
    http//sebaoliterario.blogsport.com

    ResponderExcluir
  3. Se alguém conta uma versão pessoal de algum fato testemunhado ele está contando uma história ou uma estória?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca use "estória". O correto é sempre "história", quer real, quer imaginária. Sempre.

      Excluir