sábado, 3 de setembro de 2011

LAVA JATO, LAVA-JATO, LAVA À JATO OU LAVA A JATO?

A primeira coisa que se deve ter em vista na hora de responder à pergunta em questão é saber se o que está sendo colocado é uma referência ao avião movido a propulsão ou ao estabelecimento próprio para lavar carros com a utilização de jato.

Então vamos por parte.

De cara já descartamos "lava à jato", uma vez que não se usa crase antes de nomes masculinos.

O Dicionário Aurélio traz, dentre outros significados, o conceito de jato: "saída impetuosa de um líquido ou de um gás".

"A jato" é uma locução adverbial (sem crase porque esta não é usada antes de nomes masculinos). Assim, lavar a jato significa "lavar algo utilizando um objeto que provoca a saída impetuosa de água".

Tratando-se, portanto, do estabelecimento próprio para lavar veículos, o correto é "lava a jato":

Fabiana preferiu antes deixar o carro no lava a jato, e em seguida fazer a viagem tão sonhada.

Quanto à formação "lava-jato", vale lembrar que uma das regras da formação dos compostos afirma que há o emprego do hífen na composição "verbo + substantivo".

Assim, se escrevo "lava-jato", estou me referindo hipoteticamente a um estabelecimento para lavar aviões ou a algum objeto com tal finalidade  (sem, contudo, haver a utilização de saída impetuosa de água), embora nem o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa nem os dicionários registrem tal composto. Exemplos:

Seu José tem um lava-jato.

Não se está afirmando aqui que a lavagem é por meio de jatos, mas unicamente que o estabelecimento ou o objeto é especificamente para se lavar aviões. Vale reforçar que tal vocábulo não existe, mas é possível aplicá-lo em tal situação.

Eu posso escrever "lava jato" somente em uma situação, como no exemplo abaixo:

O senhor João lava jato, e o faz com grande presteza. (ou seja, o senhor João tem a tarefa de lavar aviões, comumente chamados de jatos)

.

33 comentários:

  1. Ok. Entendido. Mas como devo escrever no plural quando se trata de lava a jato ?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo(a), o plural permanece inalterado: (1) "Intimem-se os representantes dos lava a jato para que compareçam à sessão". (2) "Fabiana lavou seu automóvel em vários lava a jato, mas apenas um deles conseguiu conquistá-la". VAMOS À EXPLICAÇÃO: Temos, na composição em questão, a formação verbo + preposição + substantivo. Em tal situação, nenhum dos elementos varia quanto ao número. Vejamos outros composições e suas respectivas regras: (substantivo + preposição + substantivo = o pé de moleque, os pés de moleque, o sinal da criz, os sinais da cruz, a câmara de ar, as câmaras de ar, etc.); (verbo + advérbio = o bota-fora, os bota-fora, o pisa-mansinho, os pisa-mansinho, etc.); (verbo + substantivo = o saca-rolhas, os saca-rolhas, o salva-vidas, os salva-vidas); (casos especiais: o louva-a-deus, os louva-a-deus, o sem-terra, os sem-terra, etc.). Perceba que nos exemplos citados dos casos especiais não houve diferença entre singular e plural. Espero tê-lo ajudado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem explicado, só que esqueceu de hifenizar: o lava-a-jato, os lava-a-jato.
      Trata-se de um substantivo.
      Se fosse uma expressão normal, seria sem hífen e flexionando o verbo: eu lavo a jato, tu lavas a jato, ele lava a jato.

      Excluir
  3. Acho que o nobre Robério não deve ter lido o Novo acordo ortográfico, uma vez que não observou que, em muitas palavras ditatadas, não se usa mais o híven...abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendi, anônimo(a), visto que não recomendei o emprego do hífen em "lava a jato". Já em "lava-jato", embora seja um composto que não conste dos dicionários e do Volp, é possível empregá-lo gramaticalmente (mas não para o estabelecimento que tem por fim lavar veículos com propulção a jato). Poderia esclarecer seu questionamento? Abraço.

      Excluir
    2. Deveria ter recomendado hífen, como nos exemplos acima.
      O certo é propulsão.

      Excluir
    3. De fato, Francisco Antônio Vidal. A mesma palavra foi escrita corretamente no texto principal, mas erroneamente em meu comentário. Obrigado.

      Excluir
  4. Prezado, entendo a resposta foi baseada na ideia de que há a utilização de um jato de água na lavagem do carro. Todavia, o expressão representa uma lavagem rápida (considerando a velocidade dos jatos - aviões). Então, pergunto se ainda assim o correto seria "lava a jato"?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, o correto é "lava a jato" mesmo, conforme destacamos em negrito em nossa explicação.

      Excluir
  5. e quanto ao equipamento lavajato?????

    ResponderExcluir
  6. Na questão do hífen, SEMPRE é utilizado entre o verbo e substantivo?
    Pois vi em um título de um texto, uma vez, o seguinte:
    Palavras Para Além-Mar.
    Nessa ocasião, o emprego do hífen está correto?

    ResponderExcluir
  7. Leia o que escrevemos na letra "k". Link: http://portuguesdidatico.blogspot.com.br/2009/09/ocorrera-presenca-do-hifen-nos.html

    ResponderExcluir
  8. De pleno acordo com suas explicações acerca dos vocábulos acima, venho questionar o por que de ser utilizado com ênfase na imprensa escrita e da televisão o termo "lava-jato", referindo-se à operação investigativa estartada pela Polícia Federal, relativa aos desvios milionários ocorridos na empresa Petrobras. Quero crer que o termo fora "criado" pela PF para justamente dissociá-lo do seu significado e grafia corretos. Gostaria de sua opinião. Alberto,de Icó,no Ceará.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alberto, alguns sites têm escrito Lava-Jato, mas o site da Polícia Federal e outros de renome nacional têm optado por Lava Jato. A segunda observação é que as iniciais são maiúsculas porque se trata de um nome de "batismo". Terceiro: confesso que não sei a exata razão desse nome, nem mesmo se há vinculação aos jatos (aviões). Creio que o sentido é de uma lavagem rápida e volumosa de dinheiro, daí por que o correto seria Operação Lava a Jato. Assim, acredito que "Operação Lava Jato" trata-se de uma nomenclatura equivocada, supostamente emplacada pelo já consagrado erro em questão. No entanto, ao nos referirmos à Operação, devemos escrever como de fato a mesma foi "batizada": "Operação Lava Jato", ainda que gramaticalmente equivocada. O mesmo fenômeno ocorre com Megassena, equivocadamente registrado como sendo "Mega-Sena". Obrigado pela participação.

      Excluir
    2. Parabéns pelo Blog caro Robério. Gostei das suas respostas. Também prefiro usar a expressão "Lava Jato", pois é, realmente,"um nome de batismo", conforme explicado no início do livro "Sérgio Moro: Operação Lava Jato". Abraço.

      Excluir
  9. Robério, a origem do termo dessa operação policial é um
    posto de gasolina em Brasília, muito conhecido pelo
    serviço de lava a jato, no qual teriam sido avençadas
    muitas das negociatas criminosas ora em apuração.
    A propósito, brilhante explicação.

    James Patrick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, James Patrick, pela valiosa informação. Isso mostra que o termo LAVA JATO - nome de batismo da Operação aqui já mencionada, se trata de um equívoco, tradicionalmente repetido por quem inclusive tem a obrigação de saber desses detalhes gramaticais. Muito obrigado.

      Excluir
  10. então como devemos escrever o nome da operação da polícia federal de 2014/2015: lava-jato ou lava jato?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devemos usar o nome de batismo (ou seja, o nome dado pelo Ministério Públic/Polícia Federal): Lava Jato, embora seja um equívoco gramatical.

      Excluir
  11. Estou adorando ler vocês. Continuem, por favor! Só não gostei do "propulsão" com ç... :(
    Patrícia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Patrícia. A mesma palavra foi escrita corretamente no texto principal, mas erroneamente no comentário. Corrigido, então. Obrigado.

      Excluir
  12. Bom dia!
    Amei conhecer o blog! Já compartilhei.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, Ana Maria. Muito obrigado pelas palavras.

      Excluir
  13. Não seria o caso de se usar crase, como usamos nas expressões em que a palavra moda está subentendida, Exemplo, bife à cavalo. Aqui se usa crase, mesmo que antes de uma palavra masculina. Assim, seria Operação lava à (moda) jato. Ferrerinha da Federal (ignorante por conta própria, ou melhor, autodidata)

    ResponderExcluir
  14. O nome da Operação Lava-Jato (substantivo próprio) surgiu em virtude das investigações inicias envolverem o Posto da Torre, em Brasília, onde existe um lava-jato de veículos e uma lavanderia. Ricardo (Brasília)

    ResponderExcluir
  15. Mas então o tipo de estabelecimento não deveria ser escrito lava-a-jato em vez de lava a jato?

    ResponderExcluir
  16. Mas então o tipo de estabelecimento não deveria ser escrito lava-a-jato em vez de lava a jato?

    ResponderExcluir
  17. alguém pode me ajudar "veículos leve " tá escrito de forma certa ??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não houver outra conotação de significado, é no plural: veículos leves.

      Excluir
  18. Ótima explicação, porém não entendi como pode um texto que pensei primar pelo rigor do português formal falar em "usar crase". Crase nada mais é que a fusão de duas vogais iguais em uma só, e quando tal fusão ocorre, usa-se o sinal indicativo de crase, que tem o nome de acento grave. Crase não é o sinal, portanto não é algo que se pode usar.

    ResponderExcluir